´Problema é desesperador`, diz secretário ao lançar campanha anti-crack

EPTV
Atividades de prevenção serão promovidas entre os dias 24 e 29 de outubro.

A Secretaria de Saúde de Piracicaba lançou nesta quarta-feira (19) a campanha municipal de prevenção ao uso do crack, com o slogan “Crack nem pensar”. Segundo o secretário, Fernando Cárdenas, a iniciativa veio após a percepção do aumento da quantidade de registros de usuários na cidade. “O problema é desesperador e está se alastrando”, alertou.

A campanha foi lançada durante a coletiva de imprensa, que reuniu representantes da Diretoria de Ensino, o capitão da Guarda Municipal, Silas Romualdo, e a secretária do Desenvolvimento Social, Maria Angélica Guércio.

Segundo a administração, não é possível quantificar o problema ou os usuários da droga na cidade. A única informação que se tem é de que, atualmente, o Centro de Atenção Psicossocial voltado para usuários de álcool e droga atende aproximadamente 300 pacientes.

A campanha prevê distribuição de 15 mil cartilhas, 6 mil adesivos e 50 mil filipetas com orientações sobre o risco de experimentar a droga e os males que ela traz ao dependente. A campanha, inspirada em uma realizada no Sul, vai contar com 150 pessoas, entre voluntários, servidores e representantes do Tiro de Guerra.

No dia 24, haverá uma reunião para debater ações segurança pública voltadas para o tráfico. Na ocasião, estarão reunidas Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal. No dia 25, será realizada uma reunião de mobilização da sociedade, com representantes de todos os setores, no Centro Cívico. Nos dias 26, 27 e 28, os agentes envolvidos na campanha farão panfletagem do material impresso na região central. No dia 29, serão distribuídos adesivos com a logomarca da campanha nos principais cruzamentos e pedágios da cidade.

A prefeitura investiu até agora R$ 15 mil na campanha, sem contabilizar as horas trabalhadas dos servidores que estarão envolvidos nela.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)