Mogi terá clínica para dependente

O Diário de Mogi Online
Mogi das Cruzes é a Cidade escolhida para abrigar a primeira Clínica de Recuperação de Dependentes Químicos a ser implantada pelo Governo do Estado.

A confirmação foi feita ontem pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) e a unidade irá funcionar num imóvel oferecido pela Prefeitura – possivelmente no Bairro do Itapeti -, mas com atendimento para todas as cidades do Alto Tietê. A implantação acontecerá no ano que vem.

“Primeiro precisamos ter a visão do conjunto, mas vai ser em Mogi”, afirmou o governador para O Diário durante a rápida parada que fez na Padaria Nossa Senhora do Socorro para tomar um café antes de deixar a Cidade com destino ao Itaquerão, onde acompanhou a escolha de São Paulo para a abertura da Copa do Mundo de 2014.

Pouco antes, durante a entrevista coletiva de inauguração do Poupatempo, Alckmin falou da iniciativa e disse que a implantação das clínicas de recuperação compõe a segunda etapa do plano de combate ao álcool na infância e adolescência, que prevê também a proibição da venda e consumo de bebidas, em vigor desde anteontem. Porém, evitou anunciar a cidade escolhida para abrigar a unidade no Alto Tietê.

“Ontem assinamos a lei para a questão do álcool. Começa a vigorar hoje (ontem), em caráter orientativo e daqui a 30 dias com punição, a proibição de venda e consumo para menor de 18 anos. Hoje nós vemos adolescentes de 13 e 14 anos já tomando bebida alcoólica, com risco de alcoolismo na idade adulta, e a porta de entrada para outras drogas é grande. Este é o primeiro ponto do programa e vamos fazer um forte trabalho nos 645 municípios para romper essa tendência”, justificou Alckmin, que é médico. “O segundo ponto é tratar de quem já tem o problema, que são as clínicas de dependentes. Vamos fazer parcerias com prefeituras, ampliar os leitos hospitalares na área de saúde mental e contratar clínicas especializadas”, disse.

Mas depois, já fora do Poupatempo, o governador confirmou a O Diário o que o prefeito Marco Bertaiolli (PSD) chegou a antecipar no evento. “Mogi será contemplada no ano que vem. A parceria é: o Município entra com o prédio e o Estado com a clínica”, adiantou Alckmin.

A princípio, o imóvel cotado pelo Município para abrigar a Clínica de Dependentes fica no Bairro do Itapeti, onde já funcionou um spa e também o alojamento do União Futebol Clube. A propriedade chegou a ser vistoriada por técnicos da Secretaria de Estado da Saúde no ano passado. “O projeto sairá no começo do ano que vem e a definição do local para a clínica dependerá dos técnicos da Secretaria”, ressaltou Bertaiolli.

O secretário de Estado da Casa Civil, Sidnei Beraldo, também comentou que ainda falta ao Governo definir como funcionará essas clínicas, mas tudo indica que o modelo deverá ser o mesmo adotado nos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs), ou seja, por meio de organizações sociais.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)