Maconha causa falhas de memória e de conduta

Band
Um estudo publicado pela revista “Journal of Neuroscience” apontou que o consumo de maconha está associado a alterações na concentração e na memória, causando problemas neurofisiológicos e de conduta.

De acordo com as descobertas, durante os estados de alteração mental a atividade cerebral fica descordenada, resultado similar aos observados em pessoas com esquizofrenia.

A Universidade de Farmacologia de Bristol constatou que dentre os efeitos negativos do uso do entorpecente seria o pensamento desalinhado.

Matt Jones, um dos médicos responsáveis pela pesquisa, comparou o funcionamento das ondas cerebrais ao de uma grande orquestra na qual cada músico pertence a uma seção em que se estabelece um ritmo e afinação ao processar uma informação e estabelecer uma reação para o corpo.

O teste foi feito com ratinhos, que mostraram que o uso da maconha fazia com que algumas seções ficassem como se estivessem “tocando desafinadas”. Isto, então, prejudicaria a memória e a tomada de decisões.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)