Salvador sedia evento sobre crack, álcool e outras drogas

A Tarde Online
O uso de drogas é um problema que afeta mais de seis milhões de famílias brasileiras, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). O vício interfere na vida não apenas do usuário, mas de toda a família, que muitas vezes não sabe como enfrentar o problema.

É justamente com o objetivo de discutir o entendimento do uso, abuso e dependência de drogas que será realizado em Salvador, amanhã e sábado, dia 29, o VI Simpósio Internacional de Alcoologia e Outras Drogas.

O evento, promovido pela Vila Serena Bahia, com patrocínio da Petrobras e apoio da Associação Brasileira de Estudos de Álcool e Outras Drogas (Abead), pretende mobilizar e sensibilizar os profissionais e a sociedade. O simpósio será realizado no Fiesta Bahia Hotel, no Itaigara.

Entre os temas discutidos no simpósio estão a codependência e o processo de aceitação; a influência das drogas no surgimento das doenças psiquiátricas; as implicações do uso do crack e das drogas sintéticas; e jogo patológico e outros transtornos de impulso. O evento conta com palestras de especialistas nacionais e internacionais, a exemplo do médico psiquiatra especializado em dependência química e professor de psiquiatria da Universidade de Columbia Ricardo Restrepo.

Os especialistas apontam a questão genética, a organização biológica, a estruturação familiar, a vulnerabilidade do ponto de vista psicológico e social como fatores que, associados, contribuem para o desenvolvimento do vício.

A dependência de drogas é uma das doenças de maior prevalência no Brasil e no mundo. Centenas de bilhões de dólares são gastos com consequências diretas e indiretas. Além disso, é responsável por incontáveis prejuízos pessoais, profissionais e emocionais. “É uma situação que não desejo a ninguém. Não sabia como lidar com
um filho viciado e, hoje, sei que buscar informação é fundamental”, diz M.S., 54 anos, mãe de um jovem em tratamento. Até hoje, o valor da taxa de inscrição pela internet (www.vilaserenabahia.com.br) é de R$ 152 para profissionais, R$ 107 para estudantes. No local do simpósio, respectivamente, R$ 187 e R$ 137.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)