Doenças coronarias atingem mais mulheres do que homens fumantes

Um estudo publicado na revista cientpifica The Lancet constatou que as mulheres fumantes correm um risco 25% maior de desenvolver doenças coronarianas que os homens.

A pesquisa foi realizada com base em 86 outros estudos, que reúnem dados de 67 mil casos de doenças coronarianas em uma amostragem total de mais de 4 milhões de pessoas.

Os autores do estudo sugerem que o aumento no risco para o público feminino pode estar relacionado com diferenças fisiológicas entre os sexos, com toxinas presentes no cigarro tendo possivelmente efeitos mais potentes em mulheres do que nos homens.

Ainda segundo a análise, quanto mais tempo uma mulher fumar, maior será o risco de desenvolver doenças coronarianas em comparação com um homem que tiver fumado durante o mesmo período.

A preocupação maior é com as mulheres mais jovens, entre as quais a popularidade do cigarro pode estar aumentando.
Autor:
OBID Fonte: R7