Estado vai ampliar assistência para dependentes químicos

Alagoas 24 horas
O tratamento para dependentes químicos vai ser reforçado em Alagoas. Para isto, as secretarias de Estado da Saúde e da Paz irão executar um projeto voltado para a assistência à saúde, que deverá funcionar em uma dependência do Hospital Ib Gatto, em Rio Largo, com capacidade inicial entre 15 e 20 leitos.

Na tarde desta quarta-feira (16), o secretário Alexandre Toledo, o representante da Sepaz, Marcelo Machado, o prefeito Toninho Lins e o deputado federal Givaldo Carimbão, visitaram a unidade hospitalar.

O projeto tem como finalidade a implantação de uma unidade que funcionará como um setor de triagem, onde o usuário será encaminhado e os profissionais identificarão quais são os problemas. Após esse processo, o paciente será encaminhado para tratamento nas comunidades terapêuticas. Uma equipe do setor de engenharia da Sesau esteve percorrendo o espaço e identificando os serviços que serão necessários. Nessa unidade intermediária, que deverá funcionar no Ib Gatto, o usuário inicialmente passará sete dias, podendo se estender até quatro semanas.

O secretário Alexandre Toledo, afirmou que esse projeto integrado será fundamental para o tratamento dos usuários de drogas e, que servirá de modelo para outros estados. “O governo do Estado está preocupado com o problema do uso de droga, que tem feito várias vítimas em Alagoas, principalmente entre os jovens”, destacou Toledo, lembrando a importância da parceria entre as secretarias, para reforçar o tratamento e auxiliar na ressocialização.

Acompanhado do superintendente de Atenção à Saúde, Sival Clemente, do secretário-adjunto, Jorge Villas Bôas e equipe técnica, Alexandre Toledo percorreu as dependências do Hospital Ib Gatto, que terá sua capacidade de atuação reforçada, com o retorno, nos próximos meses, da Unidade de Cuidados Intermediários (UCI).
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)