Ministro pede que comissão aprove projeto contra motoristas embriagados

Agência Brasil
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, pediu hoje (16) ao presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-SP), a criação de uma comissão especial para analisar o projeto de lei que criminaliza o ato de dirigir sob efeito de qualquer nível de concentração de álcool ou outra substância psicoativa no sangue.

O texto foi aprovado na semana passada no Senado.

“O Brasil vive uma verdadeira epidemia de acidentes de carro e de moto. O ano de 2010 foi o primeiro em que houve mais de 145 mil internações só no Sistema Único de Saúde [SUS] de pessoas vítimas de acidentes e em que se ultrapassou, pela primeira vez, o número de 40 mil óbitos”, disse.

Padilha lembrou que os estados e municípios que intensificaram a fiscalização com base na Lei Seca conseguiram reduzir o número de acidentes e de mortes este ano. De acordo com o ministro, o presidente da Câmara se mostrou “sensibilizado” com o pedido e vai discutir o assunto com os líderes partidários da Casa.

“Viemos pedir, sugerir à Câmara, que se monte uma comissão especial para que isso tramite o mais rápido possível e para que a gente possa ter um avanço na punição [de motoristas que dirigem embriagados]”, destacou Padilha.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)