Ministro da Saúde é contra o consumo de álcool em jogos da Copa do Mundo

Ministro da Saúde é contra o consumo de álcool em jogos da Copa do Mundo
O Povo Saúde

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que é contra a comercialização de bebidas alcoólicas em estádios durante a Copa do Mundo de 2014. Ele participou nesta quarta-feira (7) de audiência pública com a Comissão Especial sobre o Consumo de Bebidas Alcoólicas na Câmara dos Deputados.

Para o ministro, o Brasil precisa resistir à solicitação de exceção à venda durante a competição pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), já que um dos patrocinadores do evento é uma cervejaria. Durante a audiência também foi abordada a revisão da Lei Seca no país.

Padilha apresentou dados de um levantamento do ministério que apontam o crescimento do consumo excessivo de bebidas alcoólicas entre os jovens e as mulheres. Segundo ele, o uso abusivo de álcool é o grande vilão da saúde brasileira.

Sobre a Lei Seca, Padilha disse que o Congresso Nacional pode ajudar no combate à violência no trânsito com o aperfeiçoamento da lei, aumentando a punição para motoristas embriagados. Segundo ele, é preciso inverter o ônus da prova de embriaguez. “O motorista é que deve ter a obrigação de provar que está em condições de guiar e não o contrário”.

A audiência foi solicitada pelo relator da comissão, o deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP). O objetivo da comissão é analisar as causas do aumento do consumo de álcool nos últimos anos e propor políticas públicas de prevenção e combate ao alcoolismo.
Fonte:UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas