Obama é contra a legalização das drogas, diz subsecretária

Terra.com.br
O presidente americano, Barack Obama, não apoia a legalização como via para superar o problema das drogas, disse a subsecretária de Estado para Assuntos Políticos, Wendy Sherman, em entrevista publicada nesta terça-feira no jornal colombiano El Tiempo.

Recentemente, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, declarou que era a favor da legalização das drogas. A descriminalização da droga “seria aceitável para a Colômbia se o mundo inteiro a aceitar”, afirmou o mandatário no sábado passado.

“Aprecio que os presidentes digam o que pensam e respeito seus pontos de vista. Mas da perspectiva americana, o presidente Obama não apoia a legalização. O que apoiamos é a intensa relação de trabalho que temos com a Colômbia e com o presidente Santos para nos livrarmos desse mal”, explicou Wendy.

A subsecretária, que se reuniu brevemente com Santos nesta segunda-feira, acrescentou que vê uma “substancial redução da produção de drogas na Colômbia e uma redução do consumo nos Estados Unidos”.

“Planejamos seguir trabalhando com a Colômbia. A ênfase da produção parece ter se deslocado para o México, e com ela a terrível carga de violência que costuma acompanhar este fenômeno”, opinou Wendy, “Quando se acaba com o tráfico numa região, ela aparece em outro”, acrescentou a subsecretária, que após visitar a Colômbia irá para o México, nesta terça-feira, e para o Brasil, na quinta-feira.
Fonte:UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas