Cursos sobre drogas capacitam 10 mil profissionais em todo o país

Dois cursos sobre prevenção e identificação do uso de drogas, promovidos pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) do Ministério da Justiça, começam na quinta-feira (9/02). Serão 10 mil capacitados em todo o Brasil, sendo cinco mil profissionais de saúde e assistência social e cinco mil lideranças religiosas e comunitárias, como os alcoólicos e narcóticos anônimos e outras organizações da sociedade civil.

Os cursos a distância fazem parte das ações do programa Crack, é possível vencer e são realizados em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A secretária Nacional de Políticas sobre Drogas, Paulina Duarte, participará das teleconferências de abertura dos cursos, acompanhada de outros especialistas no assunto. A teleconferência inaugural do curso para profissionais de saúde e assistência social poderá ser acompanhada em tempo real pelo site www.supera.org.br, a partir das 9 horas e 30 minutos. Já a abertura do curso para lideranças religiosas será às 14 horas e pode ser acompanhada em www.fenaprevencao.org.br.

Os profissionais de saúde e assistência social vão aprender a identificar o uso abusivo e a dependência de substâncias psicoativas e também sobre práticas de atendimento do usuário. Já o curso para lideranças religiosas vai abordar o conceito e classificação de drogas, as técnicas de abordagem e as formas de encaminhamento à rede de saúde.

As aulas acontecem durante três meses. Ao final, os participantes receberão certificado de extensão universitária da Unifesp. As edições anteriores já capacitaram 15 mil profissionais de saúde que atuam junto aos usuários de álcool e outras drogas em todo o país, além de outras cinco mil lideranças. Novas edições dos cursos estão previstas para o segundo semestre deste ano.

Participantes da teleconferência

Senad do Ministério da Justiça
A secretária Nacional de Políticas sobre Drogas, Paulina Duarte; e o coordenador-geral de Articulação e Coordenação de Prevenção, Tratamento e Reinserção Social, Aldo da Costa Azevedo.

Unifesp
As coordenadoras do curso, Maria Lúcia Formigoni e Monica Parente.

Convidados
Marcelo Cruz, doutor em Psiquiatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e Laura Fracasso, psicóloga e membro do Conselho Estadual sobre Drogas.
Autor:
OBID Fonte: Agência de notícias