OMS estima que 5 milhões de pessoas morrem por ano devido ao consumo direto do tabaco

14/02/2012 – A Organização Mundial da Saúde divulgou este mês seu mais recente relatório sobre mortalidade e tabaco. Usando dados de mortalidade de 2004, um ano antes da entrada em vigor da Convenção-quadro para o Controle do Tabaco, o relatório estima que cinco milhões de pessoas morram a cada ano por causas atribuídas ao tabaco. De acordo com o documento, “nas próximas duas décadas, o número anual de mortes por tabaco deverá aumentar para mais de 8 milhões, com mais de 80% dessas mortes nos países de baixa e média rendas. Se medidas eficazes não forem tomadas urgentemente, o tabaco pode matar mais de 1 bilhão de pessoas no século XXI, sem incluir as mortes provocadas pelo fumo passivo”. Ainda segundo o relatório, “o tabaco mata mais que tuberculose, a Aids e a malária juntas”.

O relatório abrange a mortalidade causada pelo tabaco fumado e não fumado entre adultos com 30 anos ou mais, tanto por doenças não transmissíveis, como doenças cardiovasculares, respiratórias e diversos tipos de câncer, como transmissíveis, notadamente a tuberculose, em grande parte dos casos transformada de latente em ativa devido ao tabagismo.
Fonte:INCA – Instituto Nacional de Câncer, Ministério da Saúde