fbpx

Gestão Integrada discute combate ao crack

A Voz da Cidade
Os integrantes do Gabinete de Gestão Integrada do Município participam amanhã de uma nova reunião das ações ligadas ao Plano Municipal de Ordem Pública, às 15 horas, no gabinete do prefeito José Rechuan (PP) com o objetivo principal de debater as ações na prevenção, combate e enfrentamento ao crack e outras drogas.

O superintendente de Ordem Pública, José Antônio dos Santos ressalta que entre as ações que serão destacadas na reunião estão a produção de materiais informativos (folhetos e cartazes), que tem a finalidade de divulgar ao cidadão os serviços disponibilizados para este tipo de atendimento. O governo realizou trabalhos em parceria com o Conselho Municipal Antidrogas e defende a necessidade de ampliar o volume de material divulgado para garantir que a distribuição alcance o maior número possível de moradores. Outro assunto na pauta serão os cursos de capacitação para voluntários interessados em se engajar nas mobilizações comunitárias e públicas de prevenção e combate às drogas.

A prefeitura, o Conselho Antidrogas e a ONG Evoluir coordenam a realização da atividade, que já atendeu moradores do Loteamento Vila Vicentina II e atualmente vem sendo realizada em mais duas comunidades: Engenheiro Passos e Cidade Alegria. “No encontro desta quinta-feira vamos ter a oportunidade de debater com as forças de segurança do município e representantes de outros segmentos organizados da sociedade todas as ações implementadas durante a atual administração visando enfrentar a questão das drogas como um problema que afeta a grande maioria das cidades brasileiras. O combate ao problema realmente deve ser feito, mas as ações de prevenção também são importantes e necessárias”, frisa José Antonio dos Santos.

Outro assunto a ser abordado no encontro será os resultados e o aprimoramento da série de palestras desenvolvidas na cidade por representantes da Superintendência de Ordem Pública, do Ministério Público e do Poder Judiciário visando esclarecer a prevenção contra a dependência de drogas e os transtornos que elas causam aos dependentes e aos seus familiares. Os bairros Cidade Alegria, Paraíso e Engenheiro Passos estão entre as localidades já contempladas.

Numa ação envolvendo os estudantes a prefeitura realizou ano passado o concurso de Desenhos, Frases e Redações sobre Uso Indevido de Drogas, que teve a participação de 10.500 alunos da rede municipal de ensino. A iniciativa contou com apoio da Fundação Associação Brasileira de Fabricantes de Brinquedos, Conselho Municipal de Avaliação e Acompanhamento do Prêmio Prefeito Amigo da Criança, Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas de Resende e o Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD). Por meio do PROERD, cerca de dois mil estudantes receberam orientações sobre como evitar as drogas com incentivo da Polícia Militar.

SAÚDE

No setor de saúde houve melhorias no Centro de Atenção Psicossocial para Infância e Adolescência e no Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas, com a viabilização da instalação do Serviço de Referência Hospitalar em Saúde Mental. O funcionamento acontece em parceria com a Santa Casa, onde dez leitos foram disponibilizados para o tratamento de dependentes químicos encaminhados pelas unidades de saúde do Município.

Este serviço oferece internação para pacientes com dependência em álcool e outras drogas em estado de intoxicação aguda ou evolução para a instalação da síndrome de abstinência grave. A iniciativa estava entre as principais solicitações da população, pois os pacientes eram encaminhados para tratamento em clínicas fora do município, o que em muitos casos dificultava as visitas dos seus familiares.

Além do prefeito José Rechuan e o superintendente José Antonio dos Santos, a reunião terá a presença de autoridades da prefeitura, Câmara de Vereadores e Poder Judiciário; representantes das polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal; do Corpo de Bombeiros; da Academia Militar das Agulhas Negras; do Conselho Municipal de Ordem Pública, da Guarda Municipal e outros segmentos da sociedade.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)