Escolas querem aliar educação a ações contra as drogas

180 Graus
As escolas e faculdades privadas de Teresina querem aliar o ensino pedagógico a iniciativas de prevenção e combate às drogas no ambiente escolar.

O assunto foi debatido durante cerca de três horas, no último sábado, por educadores, professores, voluntários e gestores da área de segurança pública durante a segunda edição do projeto Diálogos Sinepe, evento do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado do Piauí (Sinepe-PI) que visa a colocar temas da atualidade em discussão com a sociedade.

O debate foi conduzido pelo presidente do Sinepe-PI, professor Dalton Leal, que explicou a preocupação do segmento de ensino privado do Estado com o problema das drogas. Participaram do encontro a coordenadora da recém-criada Coordenadoria de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas do Governo do Estado, Zita Villar, o coordenador da Fazenda da Paz, Célio Luís Barbosa, e o delegado de Entorpecentes, Samuel Silveira, além de professores e diretores representando escolas da capital.

Dalton Leal disse que as escolas querem se aliar às entidades e instituições de combate e prevenção às drogas na busca de formas para enfrentamento do problema. “Todos nós temos uma ideia da gravidade do problema das drogas hoje junto aos jovens, às suas famílias e à sociedade como um todo. E queremos nos juntar aos esforços para enfrentar adequadamente o problema”, explicou, acrescentando que as escolas podem atuar como multiplicadores de iniciativas e orientações para prevenção e combate ao consumo de drogas.

O coordenador da Fazenda da Paz, Célio Luís Barbosa, falou sobre o consumo, as implicações e as mudanças no comportamento dos jovens quando começam a entrar no mundo das drogas. “As escolas podem ser um importante instrumento de orientação dos jovens e na mobilização dos pais de alunos e suas famílias contra as drogas”, observou. A coordenadora de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas, Zita Villar, alertou que os pais, educadores e professores têm de ficar alertas também para o consumo de álcool, a porta de entrada para as drogas ilícitas.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)