Ministro da Saúde inaugura 30 leitos para dependentes químicos no RS

G1
Novas vagas foram implantadas no Hospital Universitário, em Canoas. Leitos também são destinados a tratamento psiquiátrico.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, inaugurou nesta terça-feira (17) 30 novos leitos para tratamento psiquiátrico e de dependência química no Hospital Universitário (HU), em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Acompanhado do prefeito de Canoas, Jairo Jorge, de de outras autoridades do município, Padilha deu sequência às medidas anunciadas há sete meses pela presidente Dilma Rousseff que lançou 150 novos leitos para a casa de saúde.

Das 30 unidades inauguradas, 15 serão destinadas ao tratamento de dependência em álcool e drogas, 10 para tratamento psiquiátrico e outras cinco para pacientes do município de Alvorada, que serão transferidos para atendimento em Canoas. “A estrutura é muito boa e servirá para atender esses pacientes que sofrem com esta síndrome que é o uso de alcool e drogas”, disse o ministro Padilha. O prefeito Jairo Jorge lembrou que as drogas, principalmente o crack, se configuram como uma epidemia, que precisa de ações efetivas de combate. “A política do nosso município é essa, a de agir efetivamente para ter resultados concretos contra o vício”, afirmou.

Os pacientes internados poderão ficar no HU por um período médio de três semanas, prazo estimado para a desintoxicação. Antes destes novos leitos anunciados pelo ministro, o HU encaminhava todos os dependentes para clínicas conveniadas em Porto Alegre, com espera média de 30 dias para uma única vaga.

Atualmente, Canoas conta ainda com o suporte de seis unidades dos Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS). Dois para adultos com dependência em álcool e drogas, dois para atendimento psiquiátrico, um para idosos e um para crianças.

Em breve, mais 100

A passagem do ministro da Saúde por Canoas rendeu. Alexandre Padilha confirmou que serão inaugurados, em até três semanas, outros 100 novos leitos no HU. As novas vagas servirão para casos de urgência e emergência, principalmente para pacientes que venham do Grupo Hospitalar Conceição, em Porto Alegre. Assim, a Instituição contará com um total de 490 leitos.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)