Piauí corre o risco de se transformar em exportador de maconha

Aquiles Nairó
180 graus.com
A prisão de nove pessoas no município de Baixa Grande do Ribeiro revela uma nova tendência dos produtores de maconha, que geralmente preferem usar as áreas de caatinga.

Os bandidos descobriram as terras produtivas dos cerrados. Usando as mesmas técnicas de irrigação da fruticultura irrigada, como o uso de fertilizantes para o rápido crescimento da droga e sistema de irrigação, a quadrilha já tinha uma plantação de 100 mil pés de maconha.

A operação realizada ontem (30) revela uma nova tendência do tráfico no Piauí. Favorecida pela falta de fiscalização, o Estado corre o risco de deixar de ser apenas consumidor, para ser produtor e exportador de maconha.
Fonte:UNIAD – Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas