Ambulatório vai atender os dependentes químicos

Sul Notícias
O problema com o uso de drogas é um grande agravante para a sociedade. Foi por analisar que há uma crescente demanda de usuários de drogas no município de Araranguá que a Secretaria Municipal de Saúde está agora oferecendo mais um programa de saúde: O Ambulatório para Dependentes Químicos.

O programa que já iniciou nesta semana, vem com o propósito de trabalhar a problemática do uso das drogas bem como os demais conflitos que ela causa no usuário e no âmbito familiar.

O ambulatório de dependentes químicos possui uma equipe de profissionais composta por médico psiquiatra, 02 psicólogos, enfermeira e um assistente social. O programa vai dar todo o suporte ao usuário, através de consulta médica, acompanhamento psicológico, terapias individuais e em grupo, e, dependendo do caso do paciente, o mesmo será encaminhado para internação. De acordo com a assistente social do ambulatório de dependência química, Sâmara Correia Demétrio, a ideia de implantar este programa já vinha sendo analisada há uns quatro meses.

“Este atendimento vem dar um suporte para outros programas públicos como Creas, por exemplo, que trabalha também com situações ligadas à drogas”, reforça.

O ambulatório irá funcionar no Hospital Bom Pastor junto ao programa Saúde Mental. A coordenadora do PSF Athaise Redivo reforça que a implantação do programa veio da necessidade de o município possuir um serviço organizado para tratar especificamente o problema de drogas.

“Infelizmente está aumentando o número de usuários de drogas na cidade, e os crimes estão ficando cada vez mais violentos por conta disso. Devido a isto que vimos a necessidade de um programa específico para tratar desta problemática, dando atenção tanto ao usuário como para sua família”, considera. Athaise acrescenta que a família terá acompanhamento terapêutico por meio de grupo de apoio e visita domiciliar.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)