Nove em cada dez cidades brasileiras enfrentam epidemia de crack

R7
Governo estima que 1,1 milhão de pessoas no Brasil já usaram a pedra.

O consumo de crack no País é cada vez mais alto. Segundo estimativa do Governo, 1,1 milhão de pessoas no Brasil já usaram a pedra. A droga é considerada devastadora e faz vítimas em todas as classes sociais e atinge pessoas de qualquer idade.

O vício começa com pouco tempo de uso. É o que aconteceu com Patrícia, uma mulher que abandonou sua casa e seus familiares por causa da droga. Hoje, ela mora sozinha em um cemitério.

O crack surgiu nos EUA na década de 1980 e foi trazida para o Brasil na década de 1990 e logo virou uma epidemia. Nove em cada 10 cidades do País enfrentam problemas por causa do consumo da droga.

A droga é uma mistura da cocaína com bicarbonato de sódio e água. A fumaça do crack entra nos pulmões e demora 10 segundos para atingir o cérebro liberando substâncias ligadas ao prazer.

Como o efeito só demora 5 minutos, o usuário sente vontade de consumo cada vez mais. As vias respiratórias e os pulmões ficam queimados com o uso, facilitando o surgimento de infecções.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)