Governo aumenta leitos para tratamento de desintoxicação

Primeira Edição
Para atender um número maior de dependentes químicos, o Governo adotará um modelo importado dos Estados Unidos.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) anunciou que aumentará o número de leitos de desintoxicação para dependentes químicos. O Hospital Ib Gatto Falcão, em Rio Largo, foi a primeira unidade hospitalar a receber o beneficio com a instalação de seis leitos.

Para atender um número maior de dependentes químicos, o Governo adotará um modelo importado dos Estados Unidos que foca doenças como hepatites, sífilis, HIV e tuberculose, os dependentes químicos passam por um tratamento psicológico que prima pelo resgate de valores e inserção na sociedade.

O Núcleo de Saúde Mental da Sesau, Berto Gonçalo informou que os 49 Centros de Atenção Psicossocial (Caps) do Estado estão sendo reestruturados, conforme prevê o projeto Crack, é Possível Vencer, lançado em março deste ano, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)