Projeto de Lei proíbe bebidas alcoólicas em festas infantis

Amazônia Brasil
Relação da criança com o álcool preocupa o senador Capiberibe.

O senador João Capiberibe (PSB/AP) deu entrada num projeto de Lei junto à Secretaria Geral da Mesa do Senado para a proibição da venda e do serviço de bebida alcoólica em festas de crianças e adolescentes. A proposta, apresentada nesta quinta-feira, 12, altera a Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, que dispõe sobre a proteção integral à criança e ao adolescente.

De acordo com o texto apresentado, no Brasil, a relação da criança com o álcool tem se dado precocemente, em ambientes que, inclusive, são até sua própria comemoração de aniversário. “De festa em festa, a criança vai associando alegria e confraternização com a bebida. Já na adolescência, a facilidade de acesso e a normalidade do convívio com o álcool aproximam o jovem do vício, e isto é preocupante” – destaca.

Para João Capiberibe, a preocupação dos pais com o álcool deve ser igual à apreensão com qualquer outra droga. Além de ter efeito lento e cu­­mulativo no organismo, a bebida é porta de entrada para outras substâncias químicas. “Cabe, portanto, aos pais e responsáveis impor limites para si e para os filhos” – afirma.

O senador espera contar com o apoio dos demais parlamentares para a aprovação do projeto, que deverá ser encaminhado às Comissões.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)