Governo federal habilita Centro de Atenção Psicossocial em Andradina

O Liberal
O Governo Federal, através do Ministério da Saúde (ratificou a implantação do CAPS – AD (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas) de Andradina.

O Governo Federal, através do Ministério da Saúde (ratificou a implantação do CAPS – AD (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas) de Andradina. O órgão já funcionava, no entanto, aguardava aprovação de relatório sobre cumprimento de metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde. A Portaria de número 797 foi assinada na primeira quinzena deste mês.

O credenciamento para funcionar foi solicitado em maio deste ano. “O Centro são para pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS)”, explicou a coordenadora do programa, enfermeira Maria José dos Santos Silva.

ATENDIMENTOS
Levantamento feito no início deste ano constatou-se que o Saúde Mental atende, no município, aproximadamente 4.300 pessoas com distúrbios mentais. “Esse é um projeto de muita importância para a população, já que auxilia não só os pacientes, mas também as famílias, a lidarem com esses distúrbios”, declarou.

O programa conta com médicos e psicólogos que realizam atendimentos a crianças e idosos, com problemas mentais como psicose, esquizofrenia e depressão. Os pacientes são atendidos e orientados por um psiquiatra e psicólogos, que desenvolvem várias atividades físicas e ocupacional.

O projeto funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, sendo que, pela manhã são atendidos adultos e adolescentes e, no período da tarde, as crianças é que recebem acompanhamento.

Em maio deste ano, a Prefeitura conseguiu o credenciamento do Caps junto ao Ministério da Saúde, o que implicou na liberação de R$ 50 mil como incentivo para a execução do atendimento.

Dessa forma, após a liberação da verba, a Secretaria de Saúde também vai reestruturar o CAPS-AD (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas), que ficará instalado no prédio onde funcionava a Equipe de Controle de Endemias (Avenida Bandeirantes) que, por ser um prédio também da Prefeitura, vai poupar gastos com aluguel.

O CAPS-AD presta atendimento gratuito a dependentes químicos, com idade a partir de 12 anos, também nas cidades de Itapura, Lavínia, Pereira Barreto e Mirandópolis.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)