Tabaco – males para quem fuma ativa e passivamente

Rádio Cultura AM
Principal causa de morte evitável, o tabagismo no Brasil está em queda.

Dia 29 de agosto é a data para a conscientização dos fumantes. O Dia Nacional de Combate ao Fumo este ano traz o tema ‘Viver bem é viver com saúde. Fique longe do cigarro’ e tem como objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população brasileira para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco.

As estatísticas em relação ao consumo do tabaco são cada vez mais preocupantes: a cada hora, cerca de 10 pessoas morrem no Brasil vítimas de doenças relacionadas ao cigarro, por dia são sete fumantes passivos que morrem. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, a cada dia, 100 mil crianças tornam-se fumantes em todo o planeta.

Caso as estimativas de aumento do consumo de produtos como cigarros, charutos e cachimbos se confirmem, esse número aumentará para 10 milhões de mortes anuais por volta de 2030.
Ainda segundo a OMS, o fumo é uma das principais causas de morte evitável, hoje, no planeta. Um terço da população mundial adulta – cerca de 1,3 bilhão de pessoas – fuma: aproximadamente 47% da população masculina e 12% da população feminina fazem uso de produtos derivados do tabaco.
Nos países em desenvolvimento, os fumantes somam 48% dos homens e 7% das mulheres, enquanto nos desenvolvidos, a participação do sexo feminino mais do que triplica, num total de 42% de homens e 24% de mulheres fumantes.

Tabagismo no Brasil

A importância de conscientizar os fumantes é que os malefícios do cigarro não afetam somente o usuário, mas também todos que o cercam. Na fumaça estão contidas ciliotoxinas, capazes de produzir irritação nos olhos, nariz e garganta, além de diminuir a mobilidade dos cílios pulmonares, o que pode acarretar em alergia respiratória em fumantes e não-fumantes.
Pesquisas comprovam que os fumantes passivos, aqueles que não fumam mas inalam a fumaça, também são prejudicados. A cada dia, sete pessoas morrem de doenças relacionadas ao cigarro, mesmo sem nunca terem fumado.

As três doenças principais causadoras de morte pelo fumo são câncer de pulmão, doenças isquêmicas do coração (por exemplo, o infarto) e acidentes vasculares cerebrais (AVC).
O número de fumantes está em queda no Brasil. É o que revela a pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2011), realizado pelo Ministério da Saúde.

Segundo a pesquisa, de 2006 a 2011, o percentual de fumantes passou de 16,2% para 14,8%. A incidência de homens fumantes no período 2006-2011 diminuiu a uma taxa média de 0,6 % ao ano, segundo o Vigitel 2011.

VOCÊ SABIA?

• Que a fumaça do cigarro reúne, aproximadamente, 4,7 mil substâncias tóxicas diferentes e muitas delas são cancerígenas?

• Que o tabagismo está ligado a 50 tipos de doenças como câncer de pulmão, de boca e de faringe, além de problemas cardíacos?

• Que, no Brasil, 23 pessoas morrem por hora em virtude de doenças ligadas ao tabagismo?

• Que crianças com sete anos de idade nascidas de mães que fumaram 10 ou mais cigarros por dia durante a gestação apresentam atraso no aprendizado quando comparadas a outras crianças?
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)