Convenção Nacional de Alcoólicos Anônimos começa na quinta-feira

Expresso MT
Evento será realizado de 6 a 8 de setembro, em Cuiabá. Presidente da AL-MT, José Riva (PSD), é autor de projetos para combater o abuso da bebida alcoólica.

A 18ª Convenção Nacional dos Alcoólicos Anônimos acontece entre os dias 6 e 8 de setembro, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso apoia a realização do evento.

Com o tema ‘Uma mensagem, várias culturas, uma só irmandade’, a convenção deve reunir cerca de cinco mil representantes de vários países para debater o alcoolismo. No primeiro dia de evento, a programação inicia às 18h com manifestações culturais. A primeira palestra está marcada para 20h.

De acordo com a presidente da Junta Nacional de Alcoólicos Anônimos do Brasil, Sandra Lúcia de Oliveira, este grande encontro é uma oportunidade para as pessoas que aprenderam a deter o alcoolismo diariamente, poderem compartilhar. “O alcoolismo é uma doença crônica, progressiva, e que se não for detida, é fatal. Os membros aprendem pelo método dos 12 passos, a deter a doença e se manter sóbrio. Agora, se dispõem a compartilhar isso com outros alcoólicos que estão sofrendo”, argumentou.

Realizado a cada quatro anos, a convenção faz parte do calendário dos Alcoólicos Anônimos (AA), entidade fundada em 1935, em Ohio, nos Estados Unidos. Seus representantes compartilham experiências, força e esperança, para se recuperar do alcoolismo. A irmandade, como são conhecidos, existe em mais de 180 países, com aproximadamente 2 milhões de membros.

No Brasil, são aproximadamente 30 milhões de alcoólicos e em Mato Grosso, a irmandade está dividida em 48 grupos, sendo 21 na baixada cuiabana. A base segue 36 princípios, divididos em três legados: Recuperação (passos), Unidade (tradições) e Serviço (conceitos).

Sandra Lúcia alertou que o alcoolismo é a doença mais democrática do país, pois atingem jovens, idosos, homens, mulheres. “É independente do sexo, idade e posição social. O alcoolismo também envolve a família, os amigos, que ficam sentidos com o problema do ente querido, que possui problemas com álcool”, explicou.

APOIO – Em julho, o governador Silval Barbosa (PMDB) recebeu o presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PSD) e o diretor da Junta de Serviços Gerais de Alcoólicos Anônimos do Brasil, o médico homeopata Olney Fontes. Na oportunidade, o parlamentar confirmou apoio institucional à realização do evento e destacou projetos aprovados no legislativo estadual que visam o combate ao abuso de bebidas alcoólicas.

Riva é autor de projetos voltados para o combate ao abuso do álcool, como o que estabelece sanções pela venda, oferta, fornecimento, entrega e consumo de bebida alcoólica, ainda que gratuitamente, a menor de 18 anos de idade e dá outras providências. Também do que proíbe a utilização de recursos públicos para a aquisição de bebidas alcoólicas e o seu consumo nas dependências das repartições públicas diretas e indiretas de Mato Grosso.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)