Redução de estômago pode aumentar dependência de álcool e drogas

Os pacientes que se submetem à cirurgia bariátrica, popularmente conhecida como redução do estômago, têm um risco maior de usar substâncias como drogas, álcool e cigarro após a operação, de acordo com um relatório publicado pelo Archives of Surgery, da JAMA Network.

“Estudos têm mostrado que as drogas e o álcool têm uma resposta similar no cérebro de pacientes que fizeram cirurgia bariátrica e apresentavam transtorno de compulsão alimentar periódica”, justificaram os autores do estudo. Portanto, álcool e drogas – inclusive nicotina – são suscetíveis a substituir os alimentos.

Alexis Conason, membro do Centro de Pesquisa de Nutrição e Obesidade de Nova York, avaliou respostas de 155 pacientes submetidos a cirurgia para perder peso. Desses, 100 pacientes foram submetidos à cirurgia bypass gástrico laparoscópico e 55 a cirurgia de banda gástrica ajustável por via laparoscópica. Cada paciente preencheu questionários para avaliar comportamentos alimentares e uso de substâncias antes e depois da operação.

No geral, os pesquisadores descobriram que os pacientes tiveram uma diminuição imediata de drogas, álcool e cigarro três meses após a cirurgia, mas dois anos depois, houve um aumento significativo na utilização dessas substâncias.

“Riscos e benefícios devem ser ponderados ao recomentar a cirurgia gástrica aos pacientes que podem ter maior risco de desenvolver problemas com álcool após perder peso”, concluíram os especialistas.
Autor:
OBID Fonte: Terra Notícias