Justiça obriga GDF a pagar clínica para dependente de drogas

R7
Paciente também possui doenças mentais e vai para a rede particular de saúde.

O TJDF (Tribunal de Justiça do Distrito Federal) condenou o GDF (Governo do Distrito Federal) a pagar a internação de um dependente químico portador de doença mental. O paciente deverá ser internado em clínica da rede privada de saúde que disponha de vigilância ininterrupta para tratamento de sua doença, tudo a expensas do DF.

A mãe do paciente entrou com o processo com o argumento de que o filho é interditado judicialmente por ter esquizofrenia crônica, com manifestações psicopatológicas, distanciamento da realidade, quadro de saúde alucinatório e agressividade. Devido ao uso de drogas, o paciente também é portador de transtorno mental e comportamental, tendo em seu histórico quatro internações no hospital público São Vicente de Paula.

De acordo com a mãe, devido aos transtornos comportamentais e agressivos, o filho corre risco de morte e, por indicação médica, necessitava urgentemente de internação em clínica psiquiátrica e de recuperação de dependentes químicos.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)