Cocaína cor de rosa é produzida para despistar fiscalização em Salvador

Drogas tingidas de cor de rosa e misturadas com fermentos e remédios são alguns artifícios que os traficantes estão usando para evitar a fiscalização de Salvador.

Equipes da delegacia de Periperi apreenderam na última sexta-feira a droga colorida que estava com um suspeito de tráfico. Após a perícia, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) descobriu que, no material, além da cocaína, havia uma quantidade de pomada anestésica, comprimidos de um relaxante muscular e fermento em pó. “É só uma forma, mesmo, de mascarar a droga”, explicou Celinalva Oliveira, perita criminal.

Segundo a polícia, há um aumento no caso de apreensões nesta época do ano por conta do verão. A cocaína chega no estado vinda principalmente da Bolívia, da Colômbia e do Parguai. A maconha vem principalmente na região norte, segundo a polícia. Além dessas, o crack e o extase são as drogas mais consumidas na Bahia

Alexsandro Santana, diretor do Departamento de Polícia Técnica, conta que a fiscalização está sendo intensificada nesta época do ano. “Nós vamos trabalhar com postos integrados inclusive no carnaval, com flagrantes realizados no momento da apreensão da droga, com um laudo provisório produzido na hora e entregue à autoridade judiciária, o que vai ajudar bastante no trabalho da polícia”, pontuou.
Autor:
OBID Fonte: G1 Bahia