Lei antitabaco na Espanha reduz casos de infarto entre não fumantes

Pesquisadores espanhóis concluiram que, depois de aprovads leis antitabaco na província de Girona, na Catalunha, a incidência de infarto no coração na população local caiu 11%. A lei foi aprovada em 2006, e a queda nos casos ocorreu sobretudo entre as mulheres e na fatia da população entre 65 e 74 anos. Houve redução também entre os não fumantes.

Foram analisados dados sobre 3.703 infartos ocorridos na província entre 2002 e 2008. De acordo com Roberto Elousa, coordenador do grupo de epidemiologia cardiovascular e genética no Hospital dal Mar, de Barcelona, a parcela da população da província que mais se beneficiou com a legislação foi a de não fumantes, pois conseguiram reduzir a exposição a fumaça do cigarro. Para quem não fuma, a redução nos casos de infarto do miocárdio foi de 15%. Para os idosos entre 65 e 74 anos, a queda foi de 18%.

Doenças coronarianas ocorrem quando as células musculares do coração não recebem sangue o suficiente para exercer suas atividades. Trata-se do tipo de doença que mais causa morte em países industrializados.

A Espanha tem duas leis antitabagistas em vigor. Uma aplicada desde 2006 e outra que vale desde janeiro de 2011. A primeira regulou a venda e propaganda de tabaco e baniu o fumo em locais de trabalho e ambientes fechados de visitação pública com mais de 100 metros quadrados (a menos que houvesse uma área específica para fumantes). Já em 2011, a lei foi mais dura e proibiu o fumo em todos os locais públicos.
Autor:
OBID Fonte: O Globo