Bebida alcoólica com refrigerante diet deixa bêbado mais rápido

Para cortar calorias da dieta, algumas pessoas costumam misturar bebida alcoólica com refrigerante diet. Mas esse hábito causa embriaguez mais rapidamente, segundo uma pesquisa publicada no jornal Alcoholism: Clinical & Experimental Research . As informações são do The Sun.

Testes mostraram que pessoas que beberam vodca com limonada diet eram mais propensas a ultrapassar o limite de embriaguez para dirigir, apesar de não se sentirem bêbadas.

O estudo foi realizado com 16 homens e mulheres jovens que se consideram bebedores sociais. Em três dias diferentes, eles receberam uma bebida placebo, uma mistura de refrigerante diet e bebida alcoólica e outra de bebida alcoólica com refrigerante comum. Vale lembrar que dose de vodca foi medida de acordo com peso e sexo de cada participante.

Depois disso, os participantes foram testados com o tempo de reação e o número de erros cometidos em uma atividade realizada no computador. Eles também foram questionados sobre como se sentiam, levando em consideração o nível de embriaguez e a possibilidade de dirigir com segurança.

O estudo mostrou que, enquanto os que beberam refrigerante com açúcar estavam dentro do limite permitido para dirigir, quem ficou com a bebida dietética excedeu o limite de segurança em 40 minutos.

Segundo pesquisadores, isso acontece porque estômago reage a bebidas açucaradas como se fosse comida, trabalhando para digerir calorias. Assim, o organismo mantem o álcool no estômago por mais tempo e retarda sua liberação para a corrente sanguínea.

Já com refrigerante diet, acontece o contrário. “O estômago não reconhece que precisa fazer qualquer coisa com a bebida porque não tem açúcar. Ele vai direito para o intestino delgado, onde a maior parte do álcool é absorvida pela corrente sanguínea”, explica Cecile Marczinski, pesquisadora da Universidade Northern Kentucky. “As bebidas dietéticas podem parecer mais indicadas para a dieta, mas estar bêbado é um risco muito maior para a saúde do que as calorias extras”, alertou.
Autor:
OBID Fonte: Terra