Álcool tem mais caloria que alimentos

Tribuna da Bahia
Gosta de tomar drinks no final de semana e não quer engordar? Pois segundo a médica com prática ortomolecular, Anna Bordini, a bebida alcoolica engorda mais que muitos alimentos e provoca mais fome.

O álcool possui mais calorias por grama (7 cal/g) do que o carboidrato ou a proteína (4cal/g), perdendo só para a gordura (9cal/g). “A ingestão de uma lata de cerveja de 350 ml equivale ao consumo de 25g de bacon, enquanto o copo de caipirinha de 200 ml tem a mesma quantidade calórica que uma fatia de pizza de mussarela de 100g”, exemplificou a especialista.

A médica disse ainda que o corpo demora de seis a oito horas para eliminar a substância alcoolica, o que contribui para a bebida ser metabolizada de forma errada. Além disso, pode trazer diversos riscos de doenças como câncer, reações alérgicas, problemas hepáticos, distúrbios inflamatórios no estômago e doenças autoimunes.

Para a nutricionista Fernanda Elpidio, 25 anos, é necessário reduzir o consumo do álcool ou até evitá-lo completamente para que se consiga obter resultados satisfatórios em relação à perda de peso. “Ao consumir bebida alcoólica, você adiciona mais calorias a dieta e essas calorias são convertidas em gordura, o que dificulta para perder ou manter o peso”, comentou.

Além disso, acrescentou, “o álcool cria uma ânsia por comida, e esse desejo faz com que as pessoas ingiram comidas extras, ou seja, os “petiscos” e aí, são mais calorias adicionadas à dieta e esse excedente calórico resultará em ganho de peso com mais facilidade”.

“A bebida, além de tudo, causa letargia, gera uma sonolência, o que dificulta ainda mais a queima de gordura. O excesso de álcool, independente de qual fonte, dificulta o metabolismo em relação à queima de gordura, sendo que a forma que o organismo metaboliza é diferente dos demais alimentos”, ponderou Fernanda.

Após ingestão de drinks, o metabolismo proporciona a separação do acetato e da gordura. Esta fica armazenada e o acetato é utilizado como uma fonte primária de energia, pois o corpo reconhece o álcool com uma toxina. Como defesa ele age contra essa toxina e aí ao se desdobrar para queimar as calorias do alcool (acetato), a gordura o carboidrato e a proteina ficam em segundo plano.

Apesar de as bebidas alcoolicas acrescentarem calorias à dieta, certas bebidas, se consumidas com moderação, podem trazer benefícios à saúde. Caso do vinho tinto, rico em antioxidantes, que ajuda a reduzir os riscos de problemas cardíacos.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)