Especialista: consumo de cafeína deve ser controlado como o do álcool

A cafeína é tão perigosa e está sendo consumida em tão altas quantidades que deveria ser taxada e regulamentada por lei, como o álcool, de acordo com o médico Jack James. A venda para crianças deveria ser proibida, disse. Segundo ele, o estimulante está causando mortes precoces e a letalidade é inestimável. As informações são do Daily Mail.

Editor de uma pesquisa sobre cafeína, e líder do departamento de psicologia da universidade Reykjavik, na Islândia, ele criticou a adição de cafeína a produtos como bebidas energéticas, alcoólicas e em medicamentos.

Como resultado, as pessoas estão consumindo inconscientemente cada vez mais a substância, com vários efeitos negativos para a saúde e sociedade como um todo.

Ele observou que enquanto alguns países na Europa e Escandinávia começaram a tomar ações regulamentarias e restrição de vendas, a maioria das nações, como Reino Unido e Estados Unidos, não têm lei sobre o assunto.

Estudos anteriores ligaram o consumo de cafeína por crianças à tendência ao uso de drogas e consumo abusivo de álcool, citou o médico como motivo para atenção à substância.
Autor:
OBID Fonte: Terra