Escola Nacional de Saúde Pública inaugura Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) inaugura, nesta segunda-feira(25/3), o Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde (Cetab). O objetivo do Cetab é trabalhar a temática do tabaco associado às doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs), especialmente no âmbito do sedentarismo, da alimentação inadequada e do uso prejudicial do álcool.

Para celebrar a inauguração, será realizada uma conferência com o presidente da Academia Nacional de Medicina, Marcos Moraes, que proferirá a palestra Os desafios do controle do tabagismo no Brasil. A atividade, marcada para as 10h, no Salão Internacional da Ensp, será aberta ao público e transmitida pela internet.

A inauguração do Cetab vai ao encontro das prioridades estabelecidas pelo Brasil, como Estado-parte da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco. De acordo com Vera da Costa e Silva, coordenadora do Cetab, “serão oferecidas disciplinas na pós-graduação stricto sensu e, por meio da Escola de Governo em Saúde, cursos lato sensu voltados para o Sistema Único de Saúde (SUS), envolvendo o Brasil, os países latino-americanos e da África lusófona, abordando o controle dos fatores de risco das DCNTs associados ao controle do tabagismo. As disciplinas serão oferecidas de forma presencial e a distância”, explicou.

Com o CETAB pretende-se sensibilizar e dar apoio fiscal a vigilância sanitária no cumprimento das leis de controle do tabagismo, como as leis de ambientes livres de fumo e de proibição da propaganda, promoção e patrocínio de produtos do tabaco, colocando o Brasil como um dos pioneiros na modalidade de ensino a distância para a implementação de leis de controle das DCNTs.

“O Cetab conta com a participação de uma equipe de profissionais multissetoriais para responder às numerosas questões que envolvem a temática do tabagismo. Além disso, contamos com o apoio de diversos atores, dentro e fora da Fiocruz, que nos ajudarão a dar continuidade à proposta do Centro. Pretendemos também atingir a sociedade civil por meio da Aliança para o Controle do Tabagismo no Brasil, que conta com uma rede de entidades, profissionais de saúde, e defesa do consumidor, que irão colaborar com a nossa proposta”, finalizou Silvana Turci.
Autor:
OBID Fonte: Fio Cruz