Aumento dos homicídios está relacionado a drogas e complexidade de fatores

Diário do Nordeste
Segundo artigo divulgado por Ipece, lentidão da Justiça é outra causa

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) divulgou artigo no qual indica que o aumento dos homicídios no Ceará está relacionado a uma série de problemas, entre eles, a expansão do tráfico de drogas e a lentidão do Poder Judiciário.

“É um tema extremamente complexo. As causas para essa situação não são de fácil identificação. Às vezes se coloca a falta de polícia, ou ineficiência dela como razão. Isso faz parte das soluções do problema, mas tem muito mais outras vertentes como a questão da lentidão da Justiça e do crescimento do tráfico de drogas”, explica o autor do documento, presidente do Ipece, Flávio Ataliba.

Segundo ele, serão divulgados estudos nos próximos meses sobre a questão da violência no Estado. O artigo, porém, antecipa algumas análises no que diz respeito às características da maior parte dos homicídios no Estado. “Em 2003, houve uma expansão vertiginosa dos homicídios entre jovens com arma de fogo no Ceará e no Nordeste. Estamos estudando as causas disso”, observa.

De acordo com Ataliba, outro aspecto que deverá ser identificado é o possível uso indevido do dinheiro proveniente dos programas sociais do governo federal. “Não temos certeza, mas o que chama a atenção é que o aumento da criminalidade coincide com o crescimento das vendas de crack e também da ampliação dos benefícios sociais do governo. Ainda não dá para afirmar, mas estamos temorosos de que o dinheiro tenha sido utilizado inadequadamente para este outro fim”, afirmou, ressaltando que mais estudos estão sendo produzidos para confirmar essa hipótese.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)