Com foco na prevenção, Governo lança o ´Maranhão sem Drogas`

Com o slogan “Não experimentar é o melhor remédio”, foi lançado ontem(09/04), o Programa Maranhão sem Drogas. A iniciativa do Governo do Estado enfatiza a prevenção como caminho a ser seguido para uma política, a longo prazo, de combate ao uso e ao tráfico de drogas.

A governadora Roseana Sarney ressaltou a importância do programa como fundamental para preservar a vida das famílias. “Conclamamos toda sociedade maranhense para atuar nessa cruzada do combate às drogas. Essa epidemia tem se espalhado por todo Brasil e vem acabando com milhares de vidas. O Maranhão sem Drogas se sustenta no esforço conjunto da família, escola e comunidade”, completou.

Das mais de 160 mil denúncias cadastradas no Disque-Denúncia, quase 36 mil relatam Substâncias Entorpecentes; Tráfico ou Consumo de Drogas. Merla e crack são as mais relatadas, totalizando 33% e 30%, respectivamente.

Com base nessas estatísticas de consumo e tráfico de drogas, a Secretaria Extraordinária de Assuntos Estratégicos (Seae) elaborou o plano que tem enfoque na prevenção. Atualmente, de acordo com os dados da Seae, as estatísticas demonstram que 92% da incidência de violência se relacionam ao consumo e ao tráfico de drogas, a meta é reduzir esse valor para 50%, e 20% da evasão escolar, também, dizem respeito a esse problema, a expectativa é que esse número seja reduzido para 5%, até 2015.

O programa “Maranhão sem Drogas” será operacionalizado com ações continuadas atuando por meio de alternativas para ressocializar os usuários. A estratégia é integrar as iniciativas das Secretarias de Estado diretamente envolvidas no processo e os municípios, isso porque o problema relacionado ao consumo de crack está atingindo diversas cidades maranhenses.

Entre os municípios a serem contemplados pelo programa, estão São Luís, São José de Ribamar, Imperatriz, Açailândia, Raposa, Paço do Lumiar, Alcântara, Cururupu, São João Batista, Santa Rita, Axixá, Anajatuba, Rosário, Itinga do Maranhão, São Mateus, Caxias e Bom Jesus das Selvas.
Autor:
OBID Fonte: G1.com