Idosos são mais propensos a perder memória após consumo de álcool

Terra
Pessoas com mais de 65 anos são mais propensas a sofrer perda de memória e falta de estabilidade ao beber que as mais jovens.

Essa é a conclusão de um estudo da Universidade de Baylor, nos Estados Unidos. Os dados são do jornal Daily Mail.

Os pesquisadores testaram o impacto do álcool em ratos de laboratório e concluíram que os mais velhos sofrem mais os efeitos negativos do álcool. “Implicações de saúde, como quedas, acidentes e se esquecer de tomar remédio são muito fáceis de concluir”, disse o cientista Douglas Matthews.

Vale acrescentar que um levantamento recente da University College de Londres, na Inglaterra, revelou que milhões de adultos enganam-se em pensar que são bebedores modestos, quando consomem o suficiente para serem classificados como excessivos. Fora isso, sugere que cerca da metade da população adulta bebe muito.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)