Congresso aborda Saúde Mental e Dependência Química

Universidade Federal da Paraíba
O evento contará com quatro eixos essenciais à pesquisa, prevenção e à intervenção na área da dependência química; inscrições online até 12 de junho

O Departamento de Psicologia e o Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) realizam de 12 a 14 de junho, no Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), Campus de João Pessoa, o I Congresso Brasileiro sobre Saúde Mental e Dependência Química.

Com apoio do Ministério da Saúde e da Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Conselho Regional de Psicologia da 13ª Regional da Paraíba (CRP 13 – PB), o evento tem como tema principal pesquisa, prevenção e intervenção às drogas e seus desafios no mundo contemporâneo.

O Congresso terá como configuração o desenvolvimento de quatro eixos essenciais à pesquisa, à prevenção e à intervenção na área da dependência química: eixo 01 – Dependência Química e Prevenção, coordenado pela professora Silvana Carneiro Maciel; eixo 02 – Dependência Química, Políticas Públicas e Direitos Humanos, coordenado pela professora Maria de Fátima Pereira Alberto; eixo 03 – Dependência Química e Neurociências, coordenado pelo professor Natanael Antônio dos Santos; e o eixo 04 – Dependência Química e Intervenções na Clínica Ampliada, coordenação da professora Zaeth Nascimento.

A programação preliminar do dia 12 de junho, após credenciamento que ocorrerá das 8h às 12h, inclui a realização de Cursos e Workshops sobre os seguintes temas: Psicoterapia Breve e Dependência Química; Dependência Química e Comorbidade; A questão do Direito dos Usuários enquanto sujeitos; Movimento da Luta Antimanicomial e Política sobre Drogas; Oficinas Terapêuticas e Geração de Renda/Economia Solidária; Rede de Atenção Psicossocial e Intersetorial; Saúde Dependente, Química Mental: Perspectivas e Paradigmas da Saúde Pública no Tratamento da Dependência Química; Atuação em Psicologia e Políticas Públicas sobre Drogas; e Redução de Danos.

Como o tema “As drogas e seus desafios no mundo contemporâneo: pesquisa, prevenção e intervenção”, a conferência de abertura será proferida às 20h por Carla Hervê Moram Bicca, membro da Associação Brasileira do Estudo do Álcool e Outras Drogas (ABEAD) e professora da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

No dia 13, das 8h às 12h; e das 14h às 16h, a programação será focada, no eixo 01: “Dependência Química e Prevenção”; e no eixo 02: “Dependência Química, Políticas Públicas e Direitos Humanos”; com realização de palestras e mesas-redondas; comunicações orais, relatos de experiências e apresentações de posteres.

Já a programação durante todo o dia 14, das 8h às 12h e das 14h às 16h, constará de palestras, mesas-redondas comunicações orais, relatos de experiências e apresentações de posteres sobre os eixos “Dependência Química e Neurociências” e “Dependência Química e Intervenções na Clínica Ampliada”. A Conferência de encerramento será proferida às 18h pelo membro da ABEAD, Sérgio de Paula Ramos.

A Comissão Organizadora do I Congresso Brasileiro sobre Saúde Mental e Dependência Química é composta pelas professoras Silvana Carneiro Maciel, coordenadora do Grupo de Pesquisa em Saúde Mental e Dependência Química; Maria de Fátima Pereira, coordenadora do Núcleo de Pesquisa e Estudos sobre o Desenvolvimento da Infância e Adolescência; Zaeth Aguiar Nascimento, coordenadora do Grupo de Pesquisa Saúde Mental e a Prática entre Vários; e pelo professor Natanael dos Santos, coordenador do Grupo de Pesquisa em Neurociências e Comportamento.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)