Estudantes do Bolsa Escola assistem a palestra sobre drogas

Prefeitura da Cidade de Recife
Debate promovido no Centro de Formação de Educadores Professor Paulo Freire faz parte de ações de prevenção ao uso de entorpecentes nas comunidades mais vulneráveis do Recife

Com o objetivo de orientar e alertar os estudantes para os riscos do uso de drogas, o Programa Bolsa Escola Municipal (PBEM) e o Programa Escola que Protege, ambos da Secretaria de Educação do Recife, promoveram palestra sobre o tema na tarde desta segunda-feira (10), no Centro de Formação de Educadores Professor Paulo Freire, na Madalena.

Para a primeira palestra, foi convidada a equipe do programa Atitude nas Ruas, do Governo do Estado, que apresentou aos estudantes o vídeo Família, drogas e filhos, da TV Escola, sobre os riscos do uso das drogas lícitas (cigarro e bebidas) e ilícitas (crack, maconha e injetáveis).

A atividade faz parte das ações do Bolsa Escola para o mês de junho e foi realizada para 50 alunos beneficiários do programa que estudam na Escola Municipal Vila São Miguel, no bairro de Afogados.

Depois de ver o vídeo, o estudante Harlan Henrique dos Santos, 10 anos, revelou seu sentimento em relação às drogas. “Fico muito triste em ver o menino do vídeo usando drogas. Ele perdeu o carinho dos pais, que são as pessoas mais importantes do mundo.”

As palestras serão ofertadas para beneficiários do PBEM (estudantes e pais) de áreas com alta incidência de tráfico e uso de drogas, com o objetivo de prevenir e combater o envolvimento de crianças e jovens com esse universo. “Temos percebido o crescente número de crianças e adolescentes em contato com as drogas. Ações desse tipo ajudam a orientá-los e afastá-los desse problema”, acredita a coordenadora do Programa Escola que Protege, Karla Albuquerque.

No próximo dia 21 de junho, os pais e mães assistidos pelo PBEM na Escola Municipal Vila São Miguel também irão assistir à palestra sobre o tema. Será às 14h, no Auditório Oscar Pereira, na 3ª Vara da Infância e da Juventude, bairro da Boa Vista.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)