fbpx

Anvisa publica lista de 121 aditivos de cigarros

O Estado de S. Paulo
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nesta terça-feira, 27, a lista de 121 substâncias que poderão ser usadas como aditivos de cigarros, desde que não modifiquem o cheiro e o sabor do produto.

A liberação valerá até a conclusão de um estudo feito por um grupo de especialistas para avaliar se os aditivos são de fato essenciais à produção do cigarro, como afirma a Associação Brasileira da Indústria do Fumo (Abifumo). O grupo terá 12 meses para fazer a análise.

A Anvisa argumenta que a lista de substâncias, publicada no Diário Oficial da União, não implica em autorização para a adição de sabor aos cigarros. A partir do dia 14, todos os produtos que modifiquem o gosto ou cheiro, como menta, cravo ou chocolate, terão o registro cancelado. A liberação temporária para as 121 substâncias foi decidida pelos diretores da agência.

De acordo com a indústria, os aditivos são essenciais para a produção do cigarro. Diante da dúvida, a agência preferiu convocar um painel de especialistas para avaliar a real necessidade do uso dessas substâncias. A proibição do uso de aditivos que modifiquem o gosto e o cheiro do cigarro foi feita pela Anvisa em março de 2012. Na época, ficou liberado o uso de açúcar. A lista dos produtos proibidos, no entanto, foi revista a pedido da associação de fumo.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)