Estado dobra número vagas para comunidades terapêuticas; investimento de R$1,544 milhão

180 Graus
Serão investidos mais de R$ 1 milhão para assegurar 158 vagas distribuídas em diferentes municípios

O Governo do Piauí passará a financiar 158 vagas para comunidades terapêuticas de todo o Estado, a partir de setembro. O edital de credenciamento foi lançado pela Coordenadoria de Enfrentamento às Drogas (CEDrogas), dia 2 de agosto, que teve aprovadas seis entidades prestadoras de serviços especializados no tratamento dos usuários de álcool e outras drogas. As vagas contemplam municípios do Norte e Centro-Norte do Piauí.

O financiamento representa um investimento de R$1,544 milhão, oriundos do Tesouro Estadual. A proposta faz parte do Plano de Governo para ampliação e aprimoramento da Política Estadual de Enfrentamento às Drogas no Piauí.

Entre os municípios contemplados estão: Campo Maior, Pedro II, Água Branca, Piripiri e Teresina. A ampliação e distribuição das vagas para diferentes regiões do Estado têm como objetivo facilitar o acesso e, consequentemente, atender uma maior parcela da população do Piauí. As vagas serão administradas pela CEDrogas, que será responsável pelo encaminhamento e monitoramento.

Espaços de acolhimento

Além de dobrar o número de vagas para as comunidades terapêuticas, recentemente, o Governo do Estado inaugurou dois Espaços de Acolhimento e Valorização da Vida em Teresina, que juntos, oferecerm 60 vagas, distribuídas entre dependentes químicos masculinos e femininos.

Contando com amplas instalações, nesses espaços, é desenvolvida uma metodologia diferenciada, que foca no acolhimento e valorização dos laços familiares e na socialização. De acordo com secretário Nacional de Políticas Públicas Sobre Drogas, Vitore Maximiano, que visitou, na última semana, essas casas de valorização da vida, a iniciativa do Piauí é inédita no País.

Localizados nos bairros Matadouro e Cidade Jardim, as casas de acolhimento contam com dormitórios climatizados, ambulatório, refeitório, banheiros, salas para capacitação, espaço de lazer e convivência.

Entidades Habilitadas:

1. Associação de Desenvolvimento Casa de Compadre (Pedro II);
2. Obra Social Nossa Senhora da Gloria Fazenda da Esperança (Campo Maior);
3. Fundação Padre Pio(Água Branca);
4. Fazenda da Paz (Teresina);
5. Casa do Oleiro (Teresina);
6. Fundação Terapêutica Monte Tabor (Piripiri)
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)