ONG internacional conhece serviços para dependentes de drogas de SBC

ABCD Maior
Diretores da Open Society Foundation visitaram o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas e uma das Repúblicas Terapêuticas

Diretores da Open Society Foundation, organização não governamental financiadora de políticas e programas sobre drogas que atua em vários países, vieram nesta segunda-feira (02/12) a São Bernardo conhecer os serviços desenvolvidos pelo município voltados aos dependentes de álcool e outras drogas.

A organização pretende expandir sua atuação na América Latina e seus representantes decidiram conhecer a experiência de São Bernardo, considerada referência nacional nesse setor.

O diretor do Programa de Saúde Pública da organização, Daniel Wolfe, estava acompanhado de dois integrantes do programa para a América Latina, Catesby Holmes e David Holiday.

Eles foram recebidos pelo secretário de Saúde, Arthur Chioro, que lembrou que as ações em São Bernardo estão alinhadas com a política nacional conduzida pelo Ministério da Saúde, contrária à internação compulsória e ao isolamento dos pacientes em instituições psiquiátricas, valorizando a liberdade e a autonomia dessas pessoas. Chioro esclareceu que os serviços de saúde mental do município buscam reatar os vínculos sociais e familiares dos pacientes.

Após o encontro com Chioro, os representantes da organização internacional visitaram o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas e uma das Repúblicas Terapêuticas da cidade, que abrigam temporariamente os pacientes que perderam os vínculos familiares ou encontram-se em vulnerabilidade social.

No Brasil, os dirigentes da Open Society Foundation visitarão ainda o Rio de Janeiro e, depois, Brasília, onde se reunirão com técnicos do Ministério da Saúde.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)