Projeto de comunidade em Ituiutaba ajuda menores a deixar as drogas

G1
Grupo Sovida e Ministério Público fazem projeto para ajudar famílias.
Obra vai custar mais de R$ 2 mi e primeira etapa deve ficar pronta em 2014.

O grupo Sovida, em parceria com o Ministério Público, iniciou o projeto da construção da Comunidade Terapêutica São José, em Ituiutaba, para atender meninos em risco social, principalmente envolvidos com drogas. Nesta semana, o Conselho Tutelar da cidade divulgou que, em 2013, cerca de três mil menores foram atendidos. Quase a metade dos casos que chegaram ao órgão tem algum envolvimento com drogas e a maioria são meninos.

A primeira fase da construção da comunidade, localizada a 15 quilômetros de Ituiutaba, já foi concluída. O espaço de 10 mil metros quadrados é construído numa área de 50 hectares. A obra vai custar mais de R$ 2 milhões e a primeira etapa deve ficar pronta em março de 2014. Os 12 dormitórios vão abrigar 48 menores. “Será a casa onde os meninos passarão cerca de três semanas para fazer exames de saúde corriqueiros”, explicou Thomas McGrath, presidente do instituto.

A coordenadora do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), Ana Flávia Santana, disse que a iniciativa vai ajudar muitas famílias. “Teremos um equipamento que irá cuidar dos adolescentes usuários de drogas e a família tem que perceber que é importante a mudança profunda nas rotinas e nos valores. A família precisa ser acompanhada e se comprometer” afirmou.

Na próxima semana o Instituto Sovida começa a campanha para arrecadar fundos para dar continuação à segunda etapa das obras. Mais informações pelo telefone (34) 3261-1926.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)