Santa Casa inaugura centro para acolhimento de jovens e crianças

Tribuna da Bahia
O primeiro centro de tratamento gratuito contra álcool e outras drogas, voltado especificamente para jovens e adolescentes, foi inaugurado ontem em Salvador. A Unidade de Acolhimento Infanto-Juvenil Casa da Ladeira vai atuar em parceria com o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), com o objetivo de recuperar jovens com alguma dependência química.

Administrada pela Santa Casa da Misericórdia, a casa vai atender até dez jovens por vez. O provedor Roberto de Sá Menezes, recém-empossado, visitou a Tribuna na tarde de ontem e, em conversa com o diretor-presidente do jornal, Walter Pinheiro, contou como será o funcionamento da unidade.

“Além de oferecer dormitórios e ter direito a cinco refeições, os acolhidos contarão, principalmente, com muito carinho, amor e atenção. Acreditamos que isso fará a diferença no tratamento”, explicou Menezes. Inicialmente, 16 profissionais entre terapeuta ocupacional, psicólogo, educador social, entre outros, vão auxiliar na recuperação da garotada em tempo integral.

O sistema adotado pela Casa da Ladeira será o de portas abertas. O provedor esclarece que “a pessoa não é obrigada a ficar na casa se não quiser. Se no meio do tratamento alguém quiser ir embora, outro jovem será encaminhado para aquela vaga”. Os primeiros jovens serão recebidos já nesta segunda-feira (27). Os momentos de lazer também fazem parte da orientação psicológica. Por isso, os acolhidos contarão com uma sala de jogos com dominó, jogo de damas, além de ter atividades na horta. Também fazem parte da estrutura da Casa, varanda e canteiros com jardim. “Tudo faz parte de um programa que tem o objetivo de prepará-los para uma melhor ressocialização”, garante Menezes.

Nova gestão

A nova direção da provedoria da Santa Casa vai investir R$ 28 milhões nas áreas da saúde, social e cultural. Para o Roberto de Sá Menezes, o maior desafio é “manter a tradição de servir a comunidade com o mesmo empenho dos últimos 464 anos, quando foi fundada”. Dentre as obras a serem realizadas, no setor social, o provedor destaca aumentar o atendimento que é realizado no Bairro da Paz. Atualmente, a Santa Casa dispõe de seis centros que chegam a atender 4.800 pessoas com serviços gratuitos de saúde, educação, formação profissional e atendimento jurídico.

Na parte cultural, os moradores contam com o Programa de Protagonismo Juvenil, que em parceria com a banda Neojibá, compõem a banda sinfônica local com 86 integrantes. “Desejamos que esses jovens sejam instrumentos de mudança na comunidade em que vivem”, completou o vice-diretor Luiz Fernando Studart de Queiroz.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)