Consumo de cocaína chega a contaminar água no Reino Unido

O consumo de cocaína no Reino Unido se tornou comum a ponto de resíduos da droga estarem contaminando á água potável distribuída à população. A conclusão é de um estudo que tinha como objetivo medir e analisar os níveis de substâncias químicas derivadas de remédios da água mesmo após as etapas de purificação.

De acordo com o jornal The Independent, os pesquisadores observaram amostras que continham benzoilecgonina, composto que é a forma metabolizada da droga após seu consumo e absorção pelo corpo humano e é identificado na urina em testes para consumo da droga.

De acordo com a organização DrugScope, a Inglaterra têm cerca de 180 mil usuários dependentes de cocaína e formas derivadas. Estima-se também que haja 700 mil pessoas na faixa etária entre 16 e 59 anos que consumem cocaína diariamente no país.

No mesmo estudo, os pesquisadores também encontraram resíduos de ibuprofeno, um analgésico; carbamazepina, uma droga utilizada em tratamento de epilepsia; e grande quantidade de cafeína.

Um relatório recente do departamento de saúde pública do governo inglês descobriu que os traços de cocaína encontrados na água representava um quarto do aferido antes da sua purificação; uma vez tratada, a água potável teria uma dose de vestígios químicos de apenas 4 nanogramas por litro, o que não representa riscos à saúde.
Autor:
OBID Fonte: Terra