No DF, intoxicação alimentar e álcool lideraram atendimento na Copa

G1
Balanço é da Secretaria de Saúde. Eles representaram 88% dos chamados. Pasta ficou responsável pelo serviço no entorno do estádio e na Fan Fest.

A Secretaria de Saúde informou que 88% das 650 ocorrências atendidas nas imediações do Estádio Nacional de Brasília e da Fifa Fan Fest foram provocadas por intoxicação alimentar ou abuso de álcool. A pasta afirma achar o número de casos médicos baixo perto do quantitativo de pessoas que passou pela cidade no mês de Copa do Mundo – foram 351 mil somente na Fifa Fan Fest.

Os casos mais graves foram encaminhados para os hospitais de referência. Foram 37 transferência para Taguatinga, Ceilândia, Asa Norte, Base, UPA de Ceilândia e um hospital privado. No período, segundo a secretaria, somente 11 estrangeiros precisaram de assistência médica. Foram cinco colombianos, um argentino, dois mexicanos, um inglês, um estadunidense e um marfinense.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)