Samsung quer acabar com as bebedeiras de seus funcionários

Exame
Confraternizações regadas a bebidas são tradicionais na companhia. Consumo de álcool vai ser desestimulado nesses eventos, como parte de nova cultura.

A fase não é de boas notícias para a Samsung. No último trimestre, as vendas de smartphones desaceleraram e os lucros caíram. Além disso, o presidente da empresa, Lee Kun-hee segue hospitalizado desde maio e sua sucessão ainda é incerta.

Diante desse cenário, a companhia está procurando se reinventar e esses esforços incluem, curiosamente, desestimular a bebedeira entre os seus funcionários. A informação é da Reuters.

Reunir a equipe para beber depois do expediente é tradição quase obrigatória na companhia sul-coreana. Mas esse hábito passará a ser controlado rigorosamente pela companhia.

A regra para esses eventos, a partir de agora, é a 1-1-9: só um tipo de bebida alcoólica, em um único lugar, até às 9 da noite, segundo um funcionário da empresa contou à agência, sob condição de anonimato.

A fonte também disse que os empregados mais jovens não serão mais obrigados a participar das confraternizações.

Em 2012, a Samsung já tinha proibido os funcionários de forçarem os colegas a beberem em eventos corporativos. À época, a companhia também vetou o consumo de álcool como forma de punição em brincadeiras em bares e festas e também baniu os “shots”, doses viradas de um só vez.

Todas as estratégias fazem parte de um plano de mudança de cultura da empresa.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)