Produtores intensificam o plantio do tabaco e índice soma 50%

Folha do Mate
Enquanto a maioria dos fumicultores ainda têm tabaco para plantar, outros estão efetuando os tratos culturais.

Período exato e mais ideal para produzir tabaco com excelente qualidade e produtividade, aliado ao clima favorável, tem influenciado os produtores a intensificar o plantio do tabaco da Safra 2014/15.

O gerente técnico da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) de Santa Cruz do Sul Iraldo Backes, observa que entre os dias 5 de agosto a 15 de setembro, é o período certo historicamente. ´Na região dos Vales temos cerca de 50% do tabaco já transplantado em média. Algumas regiões localizadas já concluíram o transplante principalmente nas áreas baixas dos Vales`, acentua.

Enquanto a maioria dos fumicultores ainda têm tabaco para plantar, outros estão efetuando os tratos culturais, como é o caso do casal Otto e Leonora Posselt, morador de Linha Isabel. O casal encerrou o plantio dos 55 mil pés na semana passada e nesta, iniciou a salitragem no tabaco plantado há um mês. Posselt acredita que o tabaco estará no ponto de colheita a partir do dia 20 de outubro e se estenderá até o dia 20 de janeiro de 2015. Todavia, o desenvolvimento da cultura dependerá das condições climáticas favoráveis.

Para quem plantou o tabaco há um mês ou mais, Iraldo Backes orienta que o fumicultor deve proceder os tratos culturais, como salitramento, aterramento, cultivação, segundo salitramento, cuidados com os insetos, entre outros procedimentos.

Para esta safra, a expectativa de Posselt é de repetir a colheita passada, que foi muito boa, tanto em qualidade do tabaco – colheu na média 11 arrobas por mil pés, como o rendimento, pois a venda igualmente foi satisfatória. Ele obteve um rendimento na média de R$ 125 a arroba. ´Não tenho do que me queixar da venda`, resume.
Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)