Águas cristalinas

Conta-nos uma lenda que um viajante encontrou uma fonte de águas cristalinas no deserto. A água era tão límpida e fresca que resolveu levar um pouco para seu rei.

Satisfez sua sede e logo a seguir encheu o seu cantil com aquela água maravilhosa, andando ainda vários dias debaixo do sol do deserto até chegar ao palácio do rei.

Quando, finalmente, chegou à presença do seu soberano, curvou-se aos seus pés e entregou-lhe o presente que lhe trouxera.

A água já estava estragada e com mau-cheiro devido ao cantil velho onde havia sido guardada por vários dias. Porém, o rei não deixou que seu fiel súdito percebesse que a água estava imprópria para o uso. Saboreou o presente com expressão de gratidão e encanto.

Depois despediu o homem que saiu da sala do rei com o coração transbordando de alegria.

Depois de ter saído, outros provaram a água e ficaram espantados pelo fato do rei ter fingido apreciar o que o leal súdito havia oferecido.

– Ah! Disse o rei, não foi a água que eu saboreei, mas o amor demonstrado no oferecimento.

Preste sempre atenção nas coisas que te são oferecidas… Muitas vezes, a intenção, é carinho, amor , afeto, como são os presentes inocentes das crianças…Que você encontre sempre alguém pelo caminho te presenteando com inocentes

“Águas Cristalinas”.
Fonte:(Autorizado por www.rivalcir.com.br)