Relatório: relação entre crime e uso de drogas em mulheres encarceradas na Costa Rica

A Unidade de Informação e Estatística Nacional sobre Drogas do Instituto Costarriquenho do Centro Penal Bom Pastor, da Costa Rica, elaborou um relatório sobre a relação entre crime e uso de drogas em mulheres encarceradas. Através de um trabalho de campo, o estudo realizou um inquérito em uma amostra inicial com 114 mulheres.

Do total, 87% das entrevistadas estão com a idade entre 18 e 49 anos. A maioria delas (91%) possui o nível educacional incompleto, e 62% das mulheres encarceradas têm renda baixa.

A análise dos dados constatou que 48% das entrevistadas consideram que a privação da liberdade não faz com que elas usem drogas, mas sim o fato de que, antes de entrarem no presídio, já eram consumidoras de drogas. Em ordem decrescente, o consumo abrange tabaco (44%), maconha (17%), medicamentos psicotrópicos (5%), álcool (3%) e crack (3%).

Para conferir o estudo completo, clique aqui

Autor:
Fonte: Obid