A idade de início do consumo de álcool e as características do uso na vida adulta

A idade de início do consumo de bebidas alcoólicas tem demonstrado associação com problemas decorrentes do uso de álcool na vida adulta, mas se conhece pouco sobre a relação entre a idade de início e outras características associadas ao uso de álcool.

Este estudo teve como objetivo determinar a relação entre a idade de início de consumo de bebidas alcoólicas com variáveis que tradicionamente têm sido medidas e variávies novas que foram pela primeira vez introduzidas na investigação sobre o consumo de álcool na população geral norte-americana.

Foram coletados dados sobre a idade de início do consumo de bebidas alcoólicas, diagnóstico de abuso e dependência de álcool e quantidade consumida em situações consideradas típicas de uso de bebidas alcoólicas.

As novas informações incluídas na investigação foram a duração destas “situações típicas” e o nível máximo de álcool no sangue atingido durante estas ocasiões.

Uma amostra nacional norte-americana composta por 2631 pessoas foi entrevistada por telefone através de um sistema computadorizado.

Um total de 2276 entrevistados referiu a idade de início de consumo de bebidas alcoólicas. Os homens e pessoas que apresentaram diagnóstico de dependência ou abuso de álcool em algum momento da vida referiram menor idade de início para o consumo de bebidas alcoólicas do que as mulheres e pessoas sem o mesmo diagnóstico.

Diversas características do consumo corrente de álcool mostraram associação significativa com a idade de início deste consumo. Quanto mais jovens os indivíduos mais significativas eram as correlações.

Os autores concluíram que a idade de início de consumo de bebidas alcoólicas pode ser útil para predizer diversas características ligadas ao consumo corrente de álcool, como o nível máximo de álcool no sangue e o diagnóstico de abuso e dependência de álcool.

Os dados reforçam também a hipótese de que nos EUA as mulheres têm apresentado padrões de consumo de álcool cada vez mais semelhantes aos dos homens.
Fonte:CISA – Centro de Informações Sobre Saúde e Álcool