PF apreende 471 kg de cocaína no Mato Grosso

Cuiabá/MT – A Polícia Federal apreendeu, na madrugada de hoje (14/6), na Rodovia dos Imigrantes, em Cuiabá/MT, 471 kg de cocaína. A droga estava escondida na carroceria de um caminhão carregado de milho. O motorista foi preso em flagrante.

Os policiais chegaram ao homem por meio de denúncia anônima, que dava conta que o motorista, residente em São Paulo/SP, circulava com frequência em Lucas do Rio Verde/MT, ostentando sinais de riqueza incompatíveis com sua atividade profissional. Diante das suspeitas, os policiais iniciaram diligências, identificando os veículos e a rota normalmente utilizada pelo investigado.

Na noite de segunda-feira (13/6), os policiais receberam a informação que o homem passaria com sua carreta pelo Trevo do Lagarto, região metropolitana de Cuiabá. Os agentes seguiram para o local, mas a abordagem só pode ser realizada quilômetros à frente, já na rodovia.

Entrevistado pelos policiais, o suspeito disse que estava transportando milho de Lucas do Rio Verde/MT até Mogi Guaçu/SP. Para averiguar a veracidade da informação, os agentes decidiram efetuar buscas na carreta, com auxílio da Polícia Rodoviária Federal. Na vistoria, os policiais conseguiram encontrar, ocultados na carga de milho a granel, 15 fardos com aproximadamente 30 tabletes de cocaína em cada um.

O homem foi preso em flagrante e levado para a Superintendência da PF no Mato Grosso, onde foi indiciado pelo crime de tráfico de entorpecentes.

Trabalho ininterrupto

Esta é a terceira grande apreensão da Polícia Federal em Mato Grosso só no ano de 2016. Em janeiro deste ano, policiais federais, com o apoio do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), apreenderam cerca de 172 kg de cocaína em uma rodovia estadual próxima a Juruena/MT. Em março, mais 450 kg foram apreendidos em uma fazenda em Várzea Grande/MT. Outras várias apreensões já foram realizadas durante o ano. Com a apreensão desta terça-feira (14/6), a Polícia Federal já conseguiu retirar de circulação mais de uma tonelada de entorpecentes.
Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso