Estudo sueco evidenciou um aumento na mortalidade geral dentre jovens com maior consumo de álcool

Este estudo, publicado na revista British Medical Journal, acompanhou por 25 anos, 49.618 homens jovens que se alistaram no serviço militar da Suécia entre 1969 e 1970.

A análise dos dados revelou um aumento na mortalidade geral dentre os jovens com maior consumo, com uma mortalidade 37% maior no grupo com consumo médio acima de 15 gramas de álcool por dia (uma dose). Verificou-se também um maior risco de acidente vascular cerebral (AVC) e um menor risco de infarte dentre aqueles com maior consumo, embora estes achados não tenham sido estatisticamente significativos.

A análise dos dados sugeriu que nestes 25 anos de acompanhamento, o álcool tenha causado 205 mortes, 86 AVCs e tenha prevenido 44 infartes. No comentário dos achados do estudo, os autores sugerem que os efeitos cardioprotetores do álcool não justificam o consumo do álcool entre os jovens, visto que os infartes são raros nesta faixa etária e houve um aumento na mortalidade em geral. Não foi citado no estudo as causas da maior mortalidade associada ao consumo do álcool.
Fonte:CISA – Centro de Informações Sobre Saúde e Álcool