Copa: venda de álcool será limitada, droga para uso medicinal é liberada

As vendas serão autorizadas apenas dentro dos estádios e em eventos da Fifa para torcedores

O governo de Moscou anunciou nesta quarta-feira a restrição da venda de bebidas alcoólicas em bares e mercados em determinados pontos da capital russa na véspera e nos dias de jogos da Copa do Mundo de 2018. Nesses dias, as bebidas poderão ser vendidas apenas dentro dos estádios e em eventos da Fifa para os torcedores.

Apesar da limitação da venda de bebidas alcoólicas na capital, o governo russo liberou o uso de drogas como maconha e cocaína para fins medicinais, desde que se apresente o atestado médico, segundo divulgou o diário Moscow Times.

O vice-chefe do departamento de segurança nacional e anticorrupção, Malishkin Kirill, afirmou que a medida restritiva do álcool foi determinada para diminuir a violência em volta dos estádios, mas não especificou as áreas onde a venda será proibida, segundo entrevista ao site russo Interfax.

A medida preocupa os torcedores e turistas, pois Moscou vai receber 12 jogos da Copa, incluindo a abertura e a final do Mundial e ao menos um jogo da seleção brasileira.

Fonte: Veja